Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Você está aqui: Página inicial > Material Bélico
Início do conteúdo da página

Material Bélico

Acessos: 1238

Ativo integrante do Sistema Operacional Logístico, o Quadro de Material Bélico é responsável por realizar o suprimento e a manutenção de diversos tipos de materiais de emprego militar, de viaturas a armamentos, além de realizar a destruição de engenhos falhados e a coleta e evacuação de material salvado e capturado do inimigo. Tem importância fundamental, para a continuidade das ações do Exército, tanto na paz quanto na guerra. O Cadete de Material Bélico, futuro gerente destes diversos processos, estuda desde a mecânica de automóveis e de viaturas blindadas, passando pelo funcionamento e manutenção de equipamentos ópticos, até armamentos e munições de diversos gêneros.

Patrono do Quadro de Material Bélico: Tenente General Antonio Napion

O Tenente General Carlos Antônio Napion, nasceu em 30 de otubro de 1757, em Turim, Itália, tendo chegado ao Brasil, juntamente com a Família Real, em 1808. Exerceu inúmeros cargos de natureza técnica voltados para a nascente indústria de material bélico. Também foi o primeiro Comandante da Academia Real Militar, em 1810, embrião da Academia Militar das Agulhas Negras. Faleceu no dia 27 de junho de 1814, no exercício de todas as suas funções, como Comandante da Academia Real Militar, Membro do Supremo Conselho Militar, Inspetor e Fiscal da Real Fábrica de Ferro da Lagoa Rodrigo de Freitas e Inspetor Geral da Real Junta da Fazenda dos Arsenais. Napion havia se transformado na maior autoridade técnico-militar da época, com pleno consenso e aprovação do Príncipe Regente Dom João.

Ouvir a canção do Quadro de Material Bélico:

Fim do conteúdo da página